segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Região Produtora do Cerrado

Cerrado (Alto Paranaíba)



Privilegiada pela localização próxima a grande centros produtores, pela fertilidade do solo, grande quantidade de água e clima ameno, a região tem condições favoráveis à produção de queijo, com ambiente propício ao desenvolvimento de bactérias típicas, que promovem o sabor característico tão apreciado pelos consumidores.
O Alto Paranaíba também preserva maneira própria de fazer queijos, da ordenha das vacas à maturação. Apesar da vasta extensão da microrregião, os municípios apresentam particularidades naturais, socioculturais e econômicas comuns, encontrada somente nesta região do Cerrado.

Características

Consistência: semidura, com tendência a macia, de natureza manteigosa.
Textura: compacta
Cor: branca amarelada
Crosta: fina, amarelada, sem trincas
Formato: cilíndrico, com altura de 4 a 6 cm e diâmetro de 15 a 17 cm.
Peso: 1 a 1,2 kg
Odor e sabor: ligeiramente ácidos, não picantes, agradáveis.
Principais municípios produtores: Patos de Minas, Lagoa Formosa, Presidente Olegário, Lagamar, São Gonçalo do Abaeté, Varjão de Minas, Carmo do Paranaíba, Arapuá, Rio Paranaíba, São Gotardo, Tiros, Matutina, Patrocínio, Guimarânia, Cruzeiro da Fortaleza, Coromandel, Abadia dos Dourados, Campos Altos, Santa Rosa da Serra, Varjão de Minas e Vazante.


Até mais....

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Encontro de Vinhos de Jundiaí é amanhã.







Amanhã das 17 ás 22 horas, começa o Encontro de Vinhos no Jundiaí Shopping, estarei lá fazendo a degustação e venda dos queijos Serra das Antas e Queijo do Alemão ( artesanal de leite cru, de Guanhães).






O evento pela primeira vez na cidade, além dos queijos, centenas de  vinhos poderão ser degustados.
O evento ocorrerá dias 23/09 das 17:00 às 22:00 hs, e no dia 24/09 das 10:00 hs às 22:00 hs.
Garanta seu ingresso, venha provar excelentes vinhos e os queijos Serra das Antas e Alemão.

Informações e venda de ingressos no link abaixo.

http://www.encontrodevinhos.com.br/encontros/jundiai/setembro-de-2016/

Te espero lá....



terça-feira, 20 de setembro de 2016

Entramos em uma queijaria na Borgonha

A Borgonha região conhecida por seus vinhos, também tem excelentes queijos, com o apoio do jornalista Beto Duarte do blog  www.papodevinho.com. entramos na queijaria Gaugry.



até mais.....

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Queijo Artesanal - Região Canastra

Queijo Artesanal - Região Canastra





A região da Serra da Canastra é a mais conhecida produtora de queijos de minas artesanal do estado. Suas montanhas e chapadões são a marca de uma natureza exuberante, com um microclima único e característico, cujo o resultado é um queijo diferenciado, de sabor inconfundível.

É comum na região, especialmente em São roque de Minas, Medeiros e Vargem Bonita, a produção de um queijo diferenciado, de formato cilíndrico, com altura entre 7 e 8 cm, diâmetro de 26 a 30 cm, peso entre 5 a 7 kg, com denominação de "Canastra Real" ou "Canastrão". Esse tipo de queijo era produzido antigamente em ocasiões especiais, como visitas de bispo católico ou de autoridades da capitania ou do império.







Principais municípios produtores: Bambuí, Delfinópolis, Medeiros, Piumhi, São Roque de Minas, Tapiraí e Vargem Bonita. 

Características

Consistência: semidura, com tendência a macia, de natureza manteigosa.

Textura: compacta
Cor: branca amarelada
Crosta: fina, amarelada, sem trincas
Formato: cilíndrico, com altura entre 4 e 6 cm  e diâmetro de 15 a 17 cm.
Peso: 1 a 1,2 kg
Odor e sabor: ligeiramente ácidos, não picantes e agradáveis.

até mais.....

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Campo das Vertentes - Queijo Artesanal

Campo das Vertentes




A microrregião é parte importante do roteiro que atrai turistas de todo o país, o queijo de minas artesanal é uma importante referência gastronômica.
A produção sempre se manteve fiel ao modo de fazer queijos dos primeiros moradores da região, que descobriram nela a fonte de renda maior de sua produção de leite.


Principais municípios produtores: Tiradentes, Nazareno, Ritápolis, São Tiago, Barroso, Madre de Deus de Minas, Coronel Xavier Chaves, Santa Cruz de Minas, Lagoa Dourada, Carrancas, São João del-Rei, Resende Costa, Conceição da Barra de Minas, Prados e Piedade do Rio Grande.




Características

Consistência: semidura, com tendência a macia, porém firme.
Textura: fechada, podendo apresentar algumas olhaduras irregulares.
Cor: amarelo-palha e coloração interna branco a creme
Crosta: fina
Odor e sabor: pronunciados, levemente ácidos, mas não picantes.
Formato: cilíndrico, com altura entre 5 e 7 cm e diâmetro entre 15 e 20 cm.
Peso: de 700 gr a 1 kg.

Até mais.....

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Região Mineira de Araxá






O queijo dessa região é produzido há mais de dois séculos, as técnicas foram introduzidas pelos portugueses, mas foi nas primeiras décadas do século XX, que o queijo “Araxá”, produzidos nas fazendas , passou a ser comercializado com tanta intensidade, que seu poder de troca adquiriu valores correspondente ao de uma moeda.
A fabricação continua sendo preservada e passada para gerações, as mulheres são em sua maioria responsáveis pela sua produção, por segundo a tradição popular possuem a temperatura das mãos mais elevada, habilidades naturais e a paciência indispensável ao trabalho.
No período de inverno, para não deixar esfriar a massa, esquentam as mãos na agua quente durante o preparo do queijo.





Características
Consistência: semidura, com natureza manteigosa e macia.
Textura: compacta
Cor: branca a creme, homogênea.
Crosta: fina, amarelada, sem trincas.
Formato: cilíndrico, de 4 a 7 cm de altura e de 13 a 15 cm de diâmetro.
Peso: de 1 a 1,4 kg.
Odor e sabor: ácidos, agradáveis e não picante.

Até mais.....



sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Na degustação de Sábado, temos geléias....

Temos geléias...







Sábado dia 27/08, das 11;00 ás 15:00, no Coffee Blues ( R Dom Armando Lombardi,524 - Morumbi), teremos as geléias artesanais orgânicas Douceur do Céu, as geléias são produzidas com as frutas da estação, seguindo a tradição da família e aproveitando toda exuberância da flora brasileira, são receitas francesa com um toque brasileiro, venha conhecer!!!